A gestualidade das mãos: o gesto técnico e o gesto poético

Elisabeth Leone Gandini Romero

Resumo


Ao escrevermos sobre o gesto técnico e o gesto poético refletimos sobre os desafios que o homem enfrenta, tanto do mundo exterior quanto de seu mundo interior. Por um lado, o
desafio da matéria o estimula a criar as ferramentas necessárias, sem as quais o homem não poderia sobreviver. Por outro lado, a manipulação técnica não é suficiente para apaziguar seu
mundo interior, sua angústia de ser mortal. Assim, o homem cria o universo simbólico, atemporal, intangível, mas que imagina tocar com seus gestos poéticos.


Palavras-chave


mãos; comunicação gestual; tatilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BACHELARD, Gastón. A terra e os devaneios da vontade: ensaio sobre a imaginação das forças. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

BAITELLO JUNIOR, Norval. A era da iconofagia: ensaios de comunicação e cultura. São Paulo: Hacker, 2005.

BYSTRINA, Ivan. Tópicos de semiótica da cultura. São Paulo: CISC-COS/PUC-SP,1995. Pré-print. CYRULNIK, Boris. L’ensorcellement du monde. Paris: Odile Jacob, 1997.

DEBRAY, Régis. Vida e morte da imagem: uma história do olhar no Ocidente. Petrópolis: Vozes, 1993.

FLUSSER, Vilém. Filosofia da caixa preta: ensaios para uma futura filosofia da fotografia. São Paulo: Hucitec, 1985.

_____. Los gestos: fenomenologia y comunicación. Barcelona: Herder, 1994.

_____. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

FOCILLON, Henri. A vida das formas: seguido de elogio da mão. Lisboa: Edições 70, 2001.

GEBAUER, Günter; WULF, Christoph. Mimese na cultura: agir social, rituais e jogos, produções estéticas. São Paulo: Annablume, 2004.

KAMPER, Dietmar. O trabalho como vida. São Paulo: Annablume, 1998.

LEROI-GOURHAN, André. O gesto e a palavra: 2 – memória e ritmos. Lisboa: Edições 70, 1965.

LOTMAN, Iuri. La semiosfera: semiótica de la cultura y del texto. Madri: Cátedra, 1996.

MÈRIDIEU, Florence. Anjos, robôs e mundos virtuais: e o corpo carnal, o que vem a ser? Galáxia, São Paulo, Educ, v. 2, nº 4, p. 103-111, 2002.

MONTAGU, Ashley. Introdução à antropologia. São Paulo: Cultrix, 1977.

MORIN, Edgar. L’homme et la mort. Paris: Seuil, 1970.

_____. O enigma do homem: para uma nova antropologia. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

MOULIAN, Thomas. El consumo me consume. Santiago: Lom, 1998.

PROSS, Harry. Medienforschung. Darmsatad: Carl Habel, 1971.

SARTORI, Giovanni. Homo videns: televisão e pós-pensamento. Bauru: Edusc, 2001.




DOI: https://doi.org/10.26563/dobras.v3i7.265

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 dObra[s] – uma revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.