Moda, fotografia e memória afetiva em Seydou Keïta (1948-1962)

  • Rafael Tassi Teixeira Universitat Autònoma de Barcelona – UAB; 2018
Palavras-chave: Fotografia, Moda Africana, Etnicidade, Seydou Keita

Resumo

Este trabalho parte das fotografias de Seydou Keïta produzidas entre os anos de 1948 e 1962  (segunda etapa da sua realização, posterior ao período inicial, de 1935 a 1948) em um estúdio em Bamako, no Mali. Diante de uma lente carregada de afetos, a dinâmica fotográfica se insere em uma espécie de jogo estético e social que franqueia aspectos compositivos (enquadramento, distância, fundo, pose, gesto) e etnográficos em um refinado trabalho de ressignificação das influências coloniais e das modas ocidental e africana encenadas nos retratos de estúdio. O fascínio pelo moderno e a dignidade ancestral surgem em fusões estéticas, de um apurado gesto de organização fotográfica que delimita a imagem social entre reapropriação criativa de estilos europeus e reenergização das tradições indumentárias africanas. A série de fotografias aqui apresentada abraça a característica composicional dos retratos de Keïta, estabelecendo uma ativa correspondência entre a transmissão de genealogias, a multiplicidade de referências culturais e a encenação da moda como um aspecto de narrativização discursiva, da autoafirmação da etnicidade pessoal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Tassi Teixeira, Universitat Autònoma de Barcelona – UAB; 2018

Pós-Doutor em Cinema e Audiovisual (Universitat Autònoma de Barcelona – UAB; 2018). Doutor em Sociologia pela Universidad Complutense de Madrid (UCM; 2004). Professor Adjunto do Mestrado em Cinema e Artes do Vídeo e professor adjunto da Unespar, Campus Curitiba II. Professor do Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Comunicação e Linguagens da Universidade Tuiuti do Paraná (PPGCOM\UTP). Líder dos Grupos de Pesquisa (CNPq) Desdobramentos Simbólicos do Espaço Urbano nas Narrativas Audiovisuais (GRUDES) e Eikos (Imagem e Experiência Estética).

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Qu’est-ce que le contemporain. Paris: Rivages, 2008.

BARTHES, Roland. Système de la mode. Paris: Éditions du Seuil, 1983.

EDWARDS, Elisabeth. Beyong the boundary: a consideration of the expressive in photography and anthropology. In: BANKS, Marcus; MORPHY, Howard. Rethinking Visual Anthropology. London: Yale University Press, 1997.

ENWEZOR, Okwui; ZAYA, Octavio. Insight: african photographers, 1940 to present. Nova York: Guggenheim, 1996.

FONTCUBERTA, Joan. La furia de las imágenes: notas sobre la postfotografía. Madrid: Galaxia Gutenberg, 2016. GROSFILLEY, Anne. Têxtil e moda no Mali pela lente de Seydou Keïta. In: LEENHARDT, Jacques; TITAN JR., Samuel (orgs.). Seydou Keïta. São Paulo: IMS, 2018.

KELLER, Candace. Visual griots: identity, aesthetics, and the social roles of portrait photographers in Mali. In: PEFFER, John M.; CAMERON, Elisabeth Lynn (orgs.). Portraiture & photography in Africa. Bloomington: Indiana University Press, 2013.

LEENHARDT, Jacques. Os retratos de Seydou Keïta: um instante de dignidade. In: LEENHARDT, Jacques; TITAN JR., Samuel (orgs.). Seydou Keïta. São Paulo: IMS, 2018.

PINK, Sarah. Doing visual ethnography. London: Sage, 2001.

Publicado
2020-12-01
Como Citar
TEIXEIRA, R. T. Moda, fotografia e memória afetiva em Seydou Keïta (1948-1962). dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, v. 15, n. 30, p. 181-203, 1 dez. 2020.
Seção
Dossiê