Relações entre moda, sustentabilidade e vida

a “roupa viva” de Flavia Aranha

Autores

  • Tatiana Massaro

DOI:

https://doi.org/10.26563/dobras.i32.1368

Palavras-chave:

Moda sustentável, Slow fashion, Moda brasileira, Flavia Aranha, “Roupa viva”

Resumo

A relação entre sustentabilidade e moda é recente e tem uma ligação íntima com a vida. Tal aproximação, ocorrida na virada do século XX para o XXI, pode ser observada na indústria têxtil, na qual essa conexão é cada vez mais visível. Buscando evidenciar e analisar esses elos, o artigo que segue, i) inicial e resumidamente retoma as principais transformações ocorridas neste período, com especial atenção à moda e à sustentabilidade; em seguida ii) destaca os contextos nos quais contrastantes sistemas da indústria têxtil, como o fast-fashion e o slow fashion, se estabeleceram; na sequência iii) trata de iniciativas da moda brasileira conectadas a este escopo sustentável, e, ao final, iv) apresenta, mais especificamente, a marca Flavia Aranha, que, baseada nesses preceitos, faz o que nomeia por “roupa viva”, envolvendo nela elementos essenciais da chamada moda sustentável e a própria relação com a vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Massaro

Mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal de São Carlos. Doutoranda em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas.

Referências

AMADEU, Flavia. Reflecting on capabilities and interactions between designers and local producers: through the materiality of the rubber from the Amazon rainforest. Tese (Doutorado em Filosofia) - University of the Arts London (UAL). Londres, 2016.

ANGUELOV, Nikolay. The Dirty Side of the Garment Industry: Fast Fashion and Its Negative Impact on Environment and Society”, CRC Press, 2015.

ARANHA, Flavia; MORAIS, Sabrina; MASSARO, Tatiana. Enlaces do vestir: potências em rede na marca Flavia Aranha in ARTUSO, Eloisa; SIMON, Fernanda (Orgs). Revolução na moda: jornadas para a sustentabilidade. São Paulo: Reviver, 2021 (no prelo).

ARTUSO, Eloisa; SIMON, Fernanda (Orgs). Revolução na moda: jornadas para a sustentabilidade. São Paulo: Reviver, 2021 (no prelo).

ANTONIO, Natassia Perella. Crise: a renovação da moda a partir da consciência. Monografia (Especialização em Estética e Gestão de Moda) - ECA - CRP/USP. São Paulo, 2016.

BERGAMO, Alexandre. A experiência do status: roupa e moda na trama social. São Paulo: Editora UNESP, 2007.

BERLIM, Lilyan. Moda e sustentabilidade: uma reflexão necessária. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2014.

BERLIM, Lilyan; PORTILHO, Fátima. Consumo e Politização, vestindo outras camisas in RUSSO, Beatriz; BERLIM, Lilyan (Orgs). Políticas periféricas para um design responsável. São Paulo: e-papers, 2020.

BERTOLUCI, Cristiane Eloisa. Proposta de método para desenvolvimento de produtos de moda a partir de técnicas manuais e resíduos de malharia circular de algodão. Dissertação (Mestrado em Ciência em Têxtil e Moda) - EACH/USP. São Paulo, 2018.

BERTOLUCI, Cristiane Eloisa; SANCHES, Regina Aparecida; DUARTE, Adriana Yumi Sato. The use of craft techniques as a new creative mean in fashion in Brazil in MONTAGNA, Gianni; CARVALHO, Cristina. Textiles, Identity and Innovation: In Touch. Taylor & Francis Group, London, 2020.

BONZI, Ramón Stock. Meio século de Primavera silenciosa: um livro que mudou o mundo. Desenvolvimento e Meio Ambiente, n. 28, p. 207-215, jul./dez. 2013.

CARSON, Rachel. A Primavera Silenciosa, São Paulo, Melhoramentos, [1962] 1969.

CIETTA, Enrico. Mercado: fast-fashion: uma oportunidade para as empresas brasileiras? Revista dObra[s], vol. 4. N.10, 2010.

COCCIA, Emanuele. A vida das plantas: uma metafísica da mistura. Florianópolis: Cultura e Barbárie, 2018.

CRUTZEN, P.J., STEFFEN, W. & MCNEILL, J.R. The Anthropocene: Are Humans Now Overwhelming the Great Forces of Nature? Ambio, 36(8), 614-621, 2007.

CRUZ, Aniery Moraes de Lima. Uso de corantes naturais em acessórios femininos. Monografia (Graduação em Design) - UFPE. Caruaru, 2013.

FÁZZIO, Luíza; RUSSO Beatriz. Responsabilidade socioambiental e a natureza das ideias periféricas in RUSSO, Beatriz; BERLIM (Orgs). Políticas periféricas para um design responsável. São Paulo: e-papers, 2020.

FLETCHER, Kate. Sustainable fashion and textiles: design journeys. London: Earthscan, 2008.

______________. Slow Fashion: An Invitation for Systems Change, Fashion Practice, 2:2, 259- 265, 2010.

______________. Sustainable fashion and textiles: design journeys. Second edition. Originally published: London; Sterling, VA: Earthscan, [2008] 2014.

FLETCHER, Kate; GROSE, Lynda. Fashion and Sustainability: Design for Change Paperback. Laurence King, 2012.

FLETCHER, Kate; ST. PIERRE, Louise; THAM, Mathilda. Design and Nature: A Partnership. London: Earthscan from Routledge, 2019.

KUNZLER, Ludmilla de Medeiros. As feiras independentes como efeito da tendência do colaborativismo na moda. Monografia (Bacharel em Moda) - Universidade Feevale. Novo Hamburgo, 2016

LAGOA, Maria Helena Britto. O Parque da Água Branca: o manejo sustentável de uma floresta urbana. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – FAU/USP. São Paulo, 2008.

LIPOVETSKY, Gilles. O império do efêmero: a moda e seus destinos nas sociedades modernas. Tradução de Maria Lucia Machado. São Paulo: Companhia de Bolso, [1987] 2009.

LOYD, Kasey; PENNINGTON, William. Towards a Theory of Minimalism and Wellbeing. Int J Appl Posit Psychol 5, 121-136, 2020.

MORA, Emanuela. Perspectivas da moda sustentável na Itália. Revista dObra[s], vol. 6 n.14, 2013.

MORAIS, Carla; VELOSO, Mariana. Fashion and tapestry – Dummy-loom as a method of shaping clothes in MONTAGNA, Gianni; CARVALHO, Cristina C. (Eds). Textiles, Identity and Innovation: In Touch. Londres: Taylor & Francis Group, 2019.

MOREIRA DA SILVA, Fernando. Sustainable fashion design: Social responsibility and cross-pollination! in CARVALHO, Cristina; MONTAGNA, Gianni (Eds). Textiles, Identity and Innovation: Design the Future, Londres: Taylor & Francis Group, 2019.

MOORE, Henrietta L. What can sustainability do for anthropology? In The Anthropology of Sustainability: Beyond Development and Progress. Editado por Marc Brightman e Jerome Lewis. London: Palgrave Macmillan, 2017.

PINTO, Antônia Juliana Marques. Uma marca de moda sustentável na economia capitalista: um estudo de caso da marca Flávia Aranha. Monografia (Bacharel em Design-Moda) - UFC. Fortaleza, 2017.

PLUMWOOD, Val. Environmental Culture: The Ecological Crisis of Reason. London and New York: Routledge, 2002.

PONTES, Heloisa. O status das roupas: moda e experiência social. Prefácio do livro de Alexandre Bergamo, A experiência do status: roupa e moda na trama social. São Paulo: Editora da Unesp, 2007, v. , p. 11-19.

QUINTAS, Alexandra Ai. Warps and textures in symbology In CARVALHO, Cristina; MONTAGNA, Gianni (Eds). Textiles, Identity and Innovation: Design the Future, Londres: Taylor & Francis Group, 2019.

RIBEIRO, Vanessa Endringer. Indústria fashion e meio ambiente: percepções sobre duas “marcas sustentáveis” na moda do Espírito Santo. Mestrado (Dissertação em Sociologia Política) - UVV. Vila Velha, 2018.

ROSA, Jocieli; NICCHELLE, Keila Marina. Reflexões sobre moda, inovação e sustentabilidade: a proposta da marca Flavia Aranha. Apresentação de trabalho em evento 8ª JEPEx Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFRS, Erechim, 2019.

RUSSO, Beatriz. O design emocionalmente longevo: o amor como estratégia responsável in RUSSO, Beatriz; BERLIM (Orgs). Políticas periféricas para um design responsável. São Paulo: e-papers, 2020.

SCARANO, Fabio. Regenerantes de Gaia. Rio de Janeiro: Dantes, 2019.

SILVA, P. M.S; FIASCHITELLO, T.R.; QUEIROZ, R.S.; COSTA, S.A; COSTA S.M. New sustainable processes in the textile industry: Extraction of natural dyes in MONTAGNA, Gianni; CARVALHO, Cristina C. (Eds), Textiles, Identity and Innovation: In Touch. Londres: Taylor & Francis Group, 2020.

SILVA, Gislanne do Nascimento. Consumo consciente: percepção dos estudantes de design sobre marcas e consumo de moda sustentável. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Potiguar. Natal, 2020.

SIMMEL, Georg. Filosofia da Moda. Lisboa: Edições Texto & Grafia, 2014.

ST. PIERRE. Louise. Design and Nature: a history In FLETCHER, Kate; ST. PIERRE, Louise; THAM, Mathilda. Design and Nature: A Partnership. London: Earthscan from Routledge, 2019.

STEFFEN, Wil; RICHARDSON, Katherine, ROCKSTRÖM, Johan, CORNELL, Sarah E., FETZER, Ingo, BENNETT, Elena M., BIGGS, Reinette. Planetary Boundaries: Guiding Human Development on a Changing Planet. Science, vol. 347 no. 6223, 2015.

VERRI, Solange Whitaker. História imediata da Vila Madalena: uma análise das influências em 2012 da história cultural do bairro na década de 1980. Tese (Doutorado em Antropologia) – FFLCH/USP. São Paulo, 2014.

Downloads

Publicado

2021-08-03

Como Citar

MASSARO, T. Relações entre moda, sustentabilidade e vida: a “roupa viva” de Flavia Aranha. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, [S. l.], n. 32, p. 88–113, 2021. DOI: 10.26563/dobras.i32.1368. Disponível em: https://dobras.emnuvens.com.br/dobras/article/view/1368. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê