Colete: o discreto charme do inatual

Patrizia Magli

Resumo


O colete pode ser considerado um simples acessório? Que tipo de relação engendra com aqueles que o vestem? Qual seu significado na atualidade? Vale lembrar que essa vestimenta pertence, hoje, ao conjunto de coisas obsoletas que se apresentam sem função – ou que a estão progressivamente perdendo. Se moda significa modo de ser, qual o sentido de vestir um traje “fora de moda”? Estas são questões que pretendemos responder neste artigo. Importante considerar que o colete possui uma extraordinária força simbólica e seu charme reside na ambivalência intrínseca que encontramos na relação entre o homem, as coisas e seu tempo. No caso particular do colete, assiste-se, ainda, a uma espécie de oscilação de um traje tipicamente masculino para um traje feminino. De um modo geral, o colete nos convida a refletir sobre o conceito de vestimenta, pois envolve e mobiliza uma notável experiência sensorial.


Palavras-chave


colete; vestimenta; traje; masculino; moda.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRUZZESE, A. Essere moda: Appunti sui modi di affermarsi nel mondo ovvero sul mercato delle identità. In: ABRUZZESE, A.; BARILE, N. (Org.). Communifashion: sulla moda, della comunicazione. Roma: Sossella, 2001.

BALZAC, H. de. Eugénie Grandet. La Bibliothèque électronique du Québec. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2013.

BARTHES, R. Système de la mode. Paris: Seuil, 1967.

CAROLL, L. Le avventure di Alice nel Paese delle Meraviglie: attraverso lo specchio. Milão: Mondatori, 2012.

DELEDDA, G. La giumenta nera. In: ______. Novelle, v. 2. Disponível em:

. Acesso em: 15 jul. 2013.

FLÜGEL, J. C. The psychology of clothes. Londres: Hogarth Press, 1950.

GOETHE, J. W. I dolori del Giovane Werther. Milão: Rizzole, 1995.

JAKOBSON, R. Essais de linguistique générale. Paris: Minuit, 1966.

ORLANDO, F. Gli oggetti desueti nelle immagini della letteratura: rovine reliquie, rarità, robaccia, luoghi inabitati e tesori nascosti. Turim: Einaudi, 1993.

SVEVO, I. La coscienza di Zeno. Milão: Feltrinelli, 1993.

SWIFT, J. I viaggi di Gulliver. Milão: Feltrinelli, 1997.




DOI: https://doi.org/10.26563/dobras.v6i14.64

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 dObra[s] – uma revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.