Película, tecido e tela

para uma estética dos materiais entre moda e cinema

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26563/dobras.i35.1548

Palavras-chave:

Materialidade, Film studies, Fashion studies, Manufacto, Estética dos materiais

Resumo

Este artigo destaca as semelhanças entre cinema e moda através do conceito de “materialidade”. Após o materiality turn nas ciências sociais e humanas, nos últimos anos as investigações intensificaram-se também nos film studies e media studies. Na sua intersecção com os fashion studies, a materialidade cinematográfica adquire aspectos altamente sugestivos ainda não explorados do ponto de vista das afinidades entre os dois campos. Se a moda existe essencialmente através do tecido e das suas tramas, o cinema existe através do filme projetado sobre uma tela, que também é tecido. Além disso, nos seus primórdios, o cinema era frequentemente associado ao conceito de “manufacto” e a sua construção material era confiada a mulheres que tinham tido experiência em ateliers de moda. Ambos produtos da modernidade, cinema e moda mantêm uma superfície exteriormente feminina baseada na techné. Ao criar um percurso teórico e conceptual, o artigo quer evidenciar a forma como a estética dos materiais (Cucinotta, 2018) no cinema é também construída através de conceitos extrapolados do mundo da moda. Ao apresentar uma análise crítica e estética desta união, queremos reconectar-nos a um espaço conceptual em que as ondas do tecido criam o movimento das imagens na tela e a própria pelicula se torna tecido sobre o qual criar linhas narrativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caterina Cucinotta

Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa (2015). Professora auxiliar convidada da Universidad Rey Juan Carlos de Madrid. Investigadora de pós-doutoramento no Instituto de historia contemporanea da NOVA de Lisboa.

Referências

BIZIO, Silvia; LAFFRANCHI Claudia. Gli italiani di Hollywood: il cinema italiano agli Academy Awards. Roma: Gremese editore, 2002.

BOUHABEN, M. A., et al. Dziga Vertov. Memorias de un cineasta bolchevique. Madrid: Capitan Swing libros, 2011.

BRANCO, Sergio Dias. O trabalho das imagens. Lisboa: Documenta, 2020.

BRUNO, Giuliana. Atlante delle emozioni. In viaggio tra arte, architettura e cinema. Milano: Johan & Levi editore, 2015.

BRUNO, Giuliana. Superfici. A proposito di estetica, materialità e media. Milano: Johan & Levi editore, 2016.

BURT, Richard. Medieval and early modern film and media. Basingstoke e New York: Palgrave Macmillan, 2008.

CALEFATO, Patrizia. Il corpo rivestito. Bari: Edizioni del Sud, 1986.

CORDERO-HOYO, Elena; SOTO-VAZQUEZ, Begoña. (eds.) Women in iberian filmic culture: a feminist approach to the cinemas of Portugal and Spain. Bristol: Intellect, 2020.

CUCINOTTA, Caterina. Viagem ao cinema através do seu vestuário: percursos de análises em filmes portugueses de etnoficção. Covilhã: LabCom, 2018.

DALL’ASTA, Monica; DUCKETT, Victoria; TRALLI, Lucia. (eds.) Researching women in silent cinema: new findings and perspectives. Bologna: Alma Mater Studiorum – Università di Bologna, 2013.

GRILO, João Mário. As lições do cinema. manual de filmologia. Lisboa: Edições Colibri, 2010.

HATCH, Kristen. Cutting Women: Margaret Booth and Hollywood’s Pioneering Female Film Editors. In.: GAINES, Jane. VATSAL, Radha; DALL’ASTA, Monica. (eds.) Women Film Pioneers Project. New York: Columbia University Libraries, 2013.

HERZOGENRATH, Bernd. Media/Matter: The Materiality of Media, Matter as Medium. Londra: Bloomsbury, 2015.

KAGANOVSKY, Lilya. Film editing as women’s work: Ėsfir’ Shub, Elizaveta Svilova, and the culture of soviet montage. In.: HEFTBERGER, Adelheid; PEARLMAN, Karen. (eds.) Apparatus. Film, Media and Digital Cultures in Central and Eastern Europe, special issue Women at the editing table: Revising Soviet Film History of the 1920s and 1930s, Berlin, no. 6, 2018.

MOLCARD, Eva. Elizaveta Svilova. In.: GAINES, Jane. VATSAL, Radha; DALL’ASTA, Monica. (eds.) Women film pioneers project. New York: Columbia University Libraries, 2020.

MOUTINHO, Anabela; LOBO, Maria da Graça. (eds.) António Reis e Margarida Cordeiro. A poesia da terra, Cineclube de Faro, 1997.

MORMORIO, Diego. Un’altra lontananza. Palermo: Sellerio editore, 1997.

MURCH, Walter. En el momento del papardeo. Un punto de vista sobre el montaje cinematográfico. Madrid: Ocho y medio, 2001.

ONDAATJE, Michael. El arte del montaje. Una conversación entre Walter Murch y Michael Ondaatje. Madrid: Plot ediciones, 2004.

PENAFRIA, Manuela et al. Propostas para a teoria do cinema. Teorias dos cineastas. Vol. 2. Covilhã: LabCom, 2016.

PFEIFFER, Claire. Lady film cutters: the pioneers of film editing. Richmond: Virginia Commonwealth University, 2018.

PIEROTTI, Federico. Colorare le figure. Il lavoro femminile sulla pellicola. In.: Bianco e nero, Roma, no. 570, maggio-agosto 2011, pag. 111-118.

SIMMEL, Georges. La moda, Milano: Oscar Mondadori, 1996.

Downloads

Publicado

2022-07-29

Como Citar

CUCINOTTA, C. Película, tecido e tela: para uma estética dos materiais entre moda e cinema. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, [S. l.], n. 35, p. 14–29, 2022. DOI: 10.26563/dobras.i35.1548. Disponível em: https://dobras.emnuvens.com.br/dobras/article/view/1548. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê