Vínculos

  • Andrea Saltzman
Palavras-chave: moda, corpo, paisagem, vestimenta.

Resumo

Neste artigo, pretende-se discutir que o corpo pode ser percebido como uma construção cultural que manifesta a vida e a sociabilidade dos indivíduos. Se a vida se refere à troca, então é indispensável voltar a restabelecer esta situação básica que é o laço entre nós e o mundo, estabelecer foco no vínculo, na trama. Entende-se que somos paisagem, um corpo-contexto que representa uma unidade como uma onda no mar. E este espaço se constrói na relação. Deixa de ser um universo de formas estáticas para se converter em cenário de acontecimentos e situações dinâmicas entre o corpo e o espaço. Superfície, silhueta e vínculos são todos elementos que nos permitem fazer esta analogia entre corpo e paisagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACKERMAN, Diane. Una historia natural de los sentidos. Buenos Aires: Emecè, 1992.

ALEXANDER, Christopher. Ensayo sobre la síntesis de la forma. Buenos Aires: Infinito, 1973.

BALZAC, Honoré de. Dime cómo andas, te drogas, vistes y comes… y te diré quién eres. Barcelona: Tusquets, 1980.

CAPRA, Fritjof. El punto crucial. Buenos Aires: Estaciones, 1982.

Publicado
2010-01-24
Como Citar
Saltzman, A. (2010). Vínculos. dObra[s] – Revista Da Associação Brasileira De Estudos De Pesquisas Em Moda, 4(10), 50-58. https://doi.org/10.26563/dobras.v4i10.184
Seção
Artigos