A vida das máscaras

moda, corpo, grotesco

  • Patrizia Calefato
Palavras-chave: Máscara, Corpo grotesco, Corpo revestido, Coronavírus, Sociossemiótica da moda

Resumo

Neste artigo, concentro-me no papel das máscaras faciais, necessárias em todoo mundo em razão da pandemia do coronavírus em 2020, e transformadas em indumentáriana moda. Enquadrarei a função das máscaras no âmbito do conceito antropológico (Lévi-Strauss), sociológico e da semiótica, e a analisarei em relação à imagem do corpo grotesco(Bakhtin). Partirei de uma definição de moda como sistema de signo (Barthes) e dareflexão sobre como os signos da moda contemporânea exprimem de modo marcante asaberturas do corpo e as inversões semânticas características do estilo grotesco. A funçãoprotetiva das máscaras, ou seja, impedir as aberturas e as contaminações entre os corpos,característica do grotesco no sentido bakhtiniano, é, porém, semioticamente contestadajustamente pelo tornar-se moda desses objetos, que assumem cores, fantasias, formas edimensões ligadas à inventividade estilística e à criatividade desenfreada, e mesmo pessoal.As máscaras na moda tornam-se, assim, o símbolo da época do coronavírus, comoobjeto que resiste idealmente à separação entre os corpos imposta pelo distanciamentosocial, e ao mesmo tempo interpretam de forma emblemática a ideia de responsabilidadecoletiva dos corpos cobertos, mesmo além da pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrizia Calefato

Professoressa ordinaria, Dipartimento di Pratiche Linguistiche e Analisi di Testi, Università degli studi di Bari Aldo Moro, Italia.

Referências

APPADURAI, Arjun. Modernità in polvere. Trad. it. di P. Vereni. Milano: Cortina Raffaello, 2012.

BACHTIN, Michail. L’opera di Rabelais e la cultura popolare. Trad. it. di M. Romano. Torino: Einaudi, 1979.

BARTHES, Roland. Il brusio della lingua. Trad. it. di B. Bellotto. Torino: Einaudi, 1988.

BARTHES, Roland. Scritti. Società, testo comunicazione. A c. di G. Marrone. Torino: Einaudi, 1998.

CALEFATO, Patrizia. Paesaggi di moda. Milano: Lupetti, 2016.

FLOCH, Jean-Marie. Visual identities. Eng. transl. by P. van Osselaer and A. McHoul. London/New York: Continuum, 2000.

LÉVI-STRAUSS, Claude. La via delle maschere. Trad. it. di P. Levi. Milano: Il Saggiatore, 2016.

LOTMAN, Jurij. La cultura e l’esplosione. Prevedibilità e imprevedibilità. Trad. it. di C. Valentino. Milano: Feltrinelli, 1993.

MAGLI, Patrizia. Pitturare il volto. Il trucco, l’arte, la moda. Venezia: Marsilio, 2013.

Publicado
2021-04-14
Como Citar
CALEFATO, P. A vida das máscaras: moda, corpo, grotesco. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, n. 31, p. 103-117, 14 abr. 2021.
Seção
II. Moda, corpo e consumo na pandemia