A sustentabilidade na indústria da moda e o ressurgimento dos corantes naturais

desafios e possibilidades no século XXI

Autores

  • Teresa Campos Viana de Souza
  • Rita A. C. Ribeiro
  • Eliane Ayres
  • Frederico Campos Viana

DOI:

https://doi.org/10.26563/dobras.i32.1367

Palavras-chave:

Moda, Sustentabilidade, Corantes naturais, Impacto ambiental, Desenvolvimento sustentável

Resumo

O presente artigo tem a intenção de abordar como a sustentabilidade e o cuidado com os resíduos industriais passaram a ser discutidos na moda. Considera-se que estar na moda é ter uma preocupação com o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, além de fazer algo que contribua para mudar os rumos atuais do consumo e possibilite a interação entre o homem e a natureza de forma mais harmoniosa. Repensar os ciclos produtivos e as formas de exploração e de interface com a floresta e com o meio ambiente é justamente o paradigma dos próximos anos, e da chamada retomada verde. O tingimento de produtos do design têxtil com corantes naturais é uma expressão cultural única e não pode ser comparado somente em termos de eficiência em relação à utilização de corantes sintéticos e industriais. Uma desvantagem dos corantes naturais, independentemente de sua fonte vegetal, é a baixa concentração de corante nos extratos obtidos – já que acumular o extrato por meio de evaporação consome grande quantidade de energia. Um aspecto interessante dos corantes naturais que vem sendo abordado na literatura é a atividade antimicrobiana da matéria-prima empregada na extração dos corantes. No atual contexto, o caráter sustentável deixa de ser considerado apenas diferenciador e se torna essencial, levando à necessidade de utilização de materiais não nocivos ao meio ambiente, como os renováveis e, mais especificamente, de corantes naturais como matéria-prima para o design de produtos têxteis, constituindo parte importante do desenvolvimento sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Teresa Campos Viana de Souza

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG).

Rita A. C. Ribeiro

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). 

Eliane Ayres

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG).

Frederico Campos Viana

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV – EAESP).

Referências

ALBERTON, Anete.; DA COSTA JR, Newton. C. A. Meio ambiente e desempenho econômicofinanceiro: benefícios dos Sistemas de Gestão Ambiental (SGAs) e o impacto da ISO 14001 nas empresas brasileiras. RAC-Eletrônica, v. 1, n. 2, p. 153-171, 2007.

ALI, Shaukat; HUSSAIN, Tanveer; NAWAZ, Rakhshanda. Optimization of alkaline extraction of natural dye from Henna leaves and its dyeing on cotton by exhaust method. Journal of Cleaner Production, v. 17, p. 61-66, 2009.

BECHTOLD, Thomas. TURCANU, A. GANGLBERGER, B. GEISSLER, B. Natural dyes in modern textile dyehouses — how to combine experiences of two centuries to meet the demands of the future? Jornal of Cleaner Production, Austria, v. 11, p. 499-599, 2003.

BECHTOLD, Thomas; MAHMUD-ALI, Amalid; MUSSAK, Rita. Natural dyes for textile dyeing: a comparison of methods to assess the quality of Canadian golden rod plant material. Dyes and Pigments, v. 75, p. 287-293, 2007.

BLAINEY, Geoffrey. Uma breve história do mundo. São Paulo: Ed. Fundamento, 2004, 270 p.

CARSON, Rachel. Primavera silenciosa. São Paulo: Ed. Gaia, 1967.

DASTJERDI, Roya; MONTAZER, Majid. A review on the application of inorganic nanostructured materials in the modification of textiles: focus on anti-microbial properties. Colloids and Surfaces B: Biointerfaces, v. 79, p. 5-18, 2010.

ELKINGTON, John. Green swans. New York: Fast Company Press, 2020.

ELKINGTON, John. Towards The Sustainable Corporation: Win-Win-Win business strategies for sustainable development. California Management Review, v. 36, p 90-100, 1994.

FERREIRA, Eber Lopes. Corantes naturais da flora brasileira: guia prático de tingimento com plantas. Curitiba: Optagraf Editora e Gráfica LTDA, 1998.

FRIEDMAN, Milton. The social responsibility of business is to increase its profits. The New York Times Magazine. Section SM, p 17., sept. 1970.

GRIFONI, Daniele; BACCI, Laura; ZIPOLI, Gaetano; ALBANESE, Lorenzo; SABATINI, Francesco. The role of natural dyes in the UV protection of fabrics made of vegetable fibres, Dyes and Pigments. v. 91, p. 279-285, 2011.

GUESMI, Ahlem.; BEN HAMADI, Naoufel; LADHARI, Néji; SAKLI, Faouzi. Dyeing properties and colour fastness of wool dyed with indicaxanthin natural dye. Industrial Crops and Products, v. 37, p. 493-499, 2011. doi: 10.1016/j.indcrop.2011.07.026.

IBRAHIM, Nabil. A.; EL-GAMAL Amr. R.; GOUDA, Mohamed.; MAHROUS, Fatma. A new approach for natural dyeing and functional finishing of cotton cellulose; Carbohydrate Polymers, v. 82, p. 1205-1211, 2010.

KHALIL, Abdul. H. P. S.; BHAT, Aamir. H.; YUSRA. Ireana A. F. Green composites from sustainable cellulose nanofibrils: a review. Carbohydrate Polymers, v. 87, p. 963-979, 2012.

KOMBOONCHOO, Sunsanee; BECHTOLD, Thomas. Natural dyeing of wool and hair with indigo carmine (C.I. Natural Blue 2), a renewable resource based blue dye. Journal of Cleaner Production, v. 17, p. 1487-1493, 2009.

LEE, Matilda. Eco Chic: o guia de moda ética para a consumidora consciente. São Paulo: Ed. Larousse do Brasil, 2009.

LEITNER, Peter.; FITZ-BINDER, Christa.; MAHMUD-ALI, Amalid.; BECHTOLD, Thomas. Production of a concentrated natural dye from Canadian Goldenrod (Solidago canadensis) extracts. Dyes and Pigments, v. 93, p.1416-1421, 2012.

LJUNGBERG, Lennart Y. Materials selection and design for development of sustainable products. Materials and Design, Sweden, v. 28, p. 466-479, 2007.

LOVEJOY, Thomas. O imperador visionário. Revista Veja, São Paulo, p. 134, 20 jun. 2012. Disponível em: https://moaciralencarjunior.wordpress.com/2012/06/18/o-imperadorvisionario- por-thomas-lovejoy/ Acesso em: 15 jul.2021

LOVELOCK, James. Gaia: alerta final. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2009. ISBN: 978-8-5-980786-1-8.

MANZINI, Ézio. Design para inovação social e sustentabilidade: comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Rio de Janeiro: Ed. E-papers, 2008.

MANZINI, Ézio; VEZZOLI, Carlo. O desenvolvimento de produtos sustentáveis: os requisitos ambientais dos produtos industriais. São Paulo: Ed. Universidade de São Paulo, 2008.

MIRJALILI, Mohammad; NAZARPOOR, Khosro; KARIMI, Loghman. Eco-friendly dyeing of wool using natural dye from weld as co-partner with synthetic dye. Journal of Cleaner Production, v. 19, p. 1045-1051, 2011.

NIINIMÄKI, Kirsi; HASSI, Lotta. Emerging design strategies in sustainable production and consumption of textiles and clothing. Journal of Cleaner Production, v. 19, p. 1876-1883, 2011.

OLIVEIRA, Fábio. R.; FRANÇA, Sergio. L. B.; RANGEL, Luís. A. D. Princípios da economia circular para o desenvolvimento de produtos em arranjos produtivos locais. Interações, v. 20, n. 4, p. 1179-1193, 2019.

PEZZOLO, Dinah Bueno. Tecidos: história, tramas, tipos e usos. São Paulo: Ed. Senac São Paulo, 2007.

PRABHU, Kutuva. H.; TELI, Mandgesh. D. Eco-dyeing using Tamarindus indica L. seed coat tannin as a natural mordant for textiles with antibacterial activity. Journal of Saudi Chemical Society, v. 18, p. 864-872, 2011.

PRUSTY, A. K.; TRUPTIDAS, A.; NAYAK, N. B. das. Colourimetric analysis and antimicrobial study of natural dyes and dyed silk. Journal of Cleaner Production, v. 18, p. 1750-1756, 2010.

SCHULTE, Neide Kolher; LOPES, Luciana. Sustentabilidade ambiental: um desafio para a moda. Moda Palavra e-periodico, Florianópolis, n. 2, ano 1, p. 30-42, ago./dez. 2008.

SIQUEIRA, Maria Isabel de. Conservação ou preservação das riquezas naturais na América portuguesa: o regimento do pau-brasil. Rev. IHGB, Rio de Janeiro, n. 442, ano 170,p. 125- 140, jan./mar. 2009.

SIVAKUMAR, Venkatasubramanian; LAKSHMI Anna J.; VIJAYEESWARRI, J.; SWAMINATHAN, Gopalaraman. Ultrasound assisted enhancement in natural dye extraction from beetroot for industrial applications and natural dyeing of leather. Ultrasonics Sonochemistry, v. 16, p. 782-789, 2009.

VIANA, Frederico. C. Transformando empresas em negócios sustentáveis. Belo Horizonte: Refúgio, 2019.

Downloads

Publicado

2021-08-03

Como Citar

SOUZA, T. C. V. de; RIBEIRO, R. A. C.; AYRES, E.; VIANA, F. C. A sustentabilidade na indústria da moda e o ressurgimento dos corantes naturais: desafios e possibilidades no século XXI. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, [S. l.], n. 32, p. 66–87, 2021. DOI: 10.26563/dobras.i32.1367. Disponível em: https://dobras.emnuvens.com.br/dobras/article/view/1367. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê