Tecnologias assistivas relacionadas à moda para pessoas com deficiência visual

uma revisão sistemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26563/dobras.i35.1459

Palavras-chave:

Moda inclusiva, Design inclusivo, Deficiência visual, Tecnologia Assistiva

Resumo

A moda inclusiva vem ganhando destaque no Brasil desde a criação do Concurso de Moda Inclusiva em 2009, que expôs o potencial de mercado na indústria da moda envolvendo as pessoas com deficiência. Trata-se de um modelo de negócios com grande potencial, considerando que 23,9% da população brasileira apresenta algum tipo de deficiência, sendo 18,8% com algum tipo de deficiência visual de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Assim, o presente estudo tem como objetivo identificar o estado da arte das tecnologias assistivas para pessoas com deficiência visual no âmbito da moda. Como método, os pesquisadores adaptaram a Revisão Bibliográfica Sistemática Roadmap, identificando 19 artigos relevantes para análise e interpretação. Como resultado da RBS, foram mapeadas 30 soluções de tecnologias assistivas com foco no vestuário e nas PcD visual (etiquetas têxteis em Braille, códigos de cores, aplicativos inteligentes entre outras). Além disso, o estudo traz um aprofundamento sobre as barreiras, preferências e as relações dos deficientes visuais com o vestuário no cotidiano, demonstrando que muitas soluções propostas para este público não proporcionam um design universal e/ou inclusivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Diego de Oliveira

Mestre em Design de Sistemas de Informação – PPGDesign/UFPR. Universidade Federal do Paraná.

Maria Lucia Leite Ribeiro Okimoto

Doutora em Engenharia de Produção. Universidade Federal de Santa Catarina e RWTH-Aachen, Alemanha.

Referências

ALMEIDA, I. B. M. e S; LUCIAN, R.; ABREU, N. R.. Sensorial merchandising: Um experimento no varejo de moda para inclusão de consumidores cegos. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 8, n. 1, p. 126-148, 2019.

AULER, D. Contemporâneo: a moda inclusiva. dObra[s] – Revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, São Paulo, v. 7, n. 16, p. 8–12, 2014. Disponível em: http://twixar.me/HDVm. Acesso em: 15 ago. 2021.

AULER, D.; LOPES, J. (orgs.). Moda inclusiva: perguntas e respostas para entender o tema. São Paulo: SEDPcd, 2012. E-book. Disponível em: http://twixar.me/hKVm. Acesso em: 15 ago. 2021.

AVILA, Mauro et al. Remote assistance for blind users in daily life: A survey about be my eyes. In: Proceedings of the 9th ACM International Conference on PErvasive Technologies Related to Assistive Environments. 2016. p. 1-2.

BABBIE, Earl. Métodos de Pesquisas de Survey. Tradução Guilherme Cezarino. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999, 519 p.

BONONI, Juliana; DOMICIANO, Cássia Letícia Carrara. O uso do vestuário infantil como elemento de estímulo para o desenvolvimento tátil de crianças com deficiência visual: o papel dos pais e educadores. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, v. 2, n. 2, p. 153-169, 2018.

BONONI, Juliana; DOMICIANO, Cassia Leticia Carrara; DOS SANTOS MENEZES, Marizilda. A criança com deficiência visual: a contribuição do vestuário e do Design de Superfície na percepção tátil infantil. DAPesquisa, v. 11, n. 16, p. 212-227, 2016.

BORGES, Maely Barreto et al. Eu não vejo, mas Sou Vista–um estudo sobre o consumo de roupas por pessoas com deficiência visual. Revista Brasileira de Marketing, v. 19, n. 1, p. 197-215, 2020.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, 6 de julho de 2015.

BROGIN, B.; OKIMOTO, M. L. L. R. Functional Fashion and Co-creation for People with Disabilities. In: S. Bagnara et al. (Eds.): IEA 2018, AISC 824. Switzerland: Springer, 2019. p. 850–867.

BRUNO, M. M. G.; MOTA, M. G. B. Programa de Capacitação de Recursos Humanos do Ensino Fundamental: deficiência visual vol. 1 fascículos I - II - III. Instituto Benjamin Constant. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2001, 196 p. (Série Atualidades Pedagógicas; 6).

CENTENO, G. C. O Brasil na moda: novas representações do consumo e promoção da brasilidade. Colóquio Nacional de Moda, 6, 12-15, 2010.

CLARKSON, P.J.; COLEMAN, R. History of Inclusive Design in the UK. Applied Ergonomics, v. 46, p. 235-247, 2015.

CONFORTO, E. C., AMARAL, D. C.; DA SILVA, S. L. Roteiro para Revisão Bibliográfica Sistemática: aplicação no desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. In: 8° Congresso Brasileiro de Gestão de Desenvolvimento de Produto. CBGDP, Porto Alegre-RS, 2011.

DA SILVA, Juliana de Fátima et al. Protótipo de um Aplicativo Mobile para Reconhecimento de Vestimenta para Pessoas Cegas. Revista Educação Especial, v. 32, p. 36-1-18, 2019.

FRANCELIN, Marivalde Moacir. Fichamento como método de documentação e estudo. In: Tópicos para o ensino de biblioteconomia, v. 1, [S.l: s.n.], p. 190. 2016.

GIL, A. Como elaborar projetos de pesquisa. Atlas: São Paulo, 2007.

GIL, M. Deficiência visual. Brasília: MEC. Secretaria de Educação a Distância, 2000.

GUPTA, D. Functional Clothing – Definition and Classification. Indian Journal of Fiber and Textile Research, Índia, v.36, p.321-326, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo demográfico 2010: características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. IBGE, 2010. Disponível em: <http://twixar.me/8TpT>. Acesso em: 10 ago. 2021.

KRONE, Stela Matheus Ferreira; DE OLIVEIRA, Aline Hilsendeger Pereira; RIZZI, Suelen. Desenvolvimento de vestuário para crianças com deficiência visual: uma abordagem inclusiva. Projetica, v. 11, n. 1, p. 246-275, 2020.

MENDES, F. D.; FERREIRA, M. L. A relação da deficiência visual e a moda. A Moda e suas Interfaces: pesquisa, história, comunicação, gestão e tecnologia., p. 555-566, 2017.

MARIANO, Renata Gomes. O ensaio sobre a Cegueira: Um estudo sobre as tramas da moda e dos sentidos. Achiote. com-Revista Eletrônica de Moda, v. 5, n. 2, 2017.

MONTEMEZZO, M. C. F. S.; SANTOS, J. E. G. O papel do vestuário na interação homem - ambiente. In: P&D DESIGN, 5, 2002. Brasília. Anais... Rio de Janeiro: AEND-BR, 2002.

NASSAR, V.; HORN, M. L. A. A Internet das Coisas com as Tecnologias RFID e NFC. In: 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design, 2014, Gramado. Anais... São Paulo: Blucher Design Proceedings, 2014. p. 3238-3250.

PESCADOR, L. D.; SILVA, L. A. Meias: uma proposta de inclusão no vestuário para deficientes visuais. Trabalho de Graduação (Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, 2018.

PORTAL de Periódicos da CAPES. Missão e Objetivos. Disponível em: <https://url.gratis/ECxr9y>. Acesso em: 25 out. 2021.

PRASANNA, S.; PRIYADHARSHINI, N.; PUGAZHENDHI, M. Arul. Textile robot for matching and pick up clothes based on color recognition. Asian Journal of Applied Science and Technology (AJAST), v. 1, n. 3, p. 62-65, 2017.

PREECE, J., ROGERS, Y., SHARP, H. Design de Interação: Além da Interação Humano Computador. 3 ed. Bookman, Porto Alegre, 2013.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. [ebook].

PUCPR Grupo Marista. Tutorial Google Scholar. Disponível em: https://www.pucpr.br/wp-content/uploads/2017/01/tutorial-google-scholar-1.pdf. Acesso em: 26 out. 2021.

ROCHA, Daniel et al. Development of an automatic combination system of clothing parts for blind people: MyEyes. Sensors & Transducers, v. 219, n. 1, p. 26-33, 2018.

SÁ, E. D.; CAMPOS, I. M.; SILVA, M. B. C. Atendimento Educacional Especializado: Deficiência visual. Brasília: Cromos, 2007.

SALTON, Bruna Poletto; AGNOL, Anderson Dall; TURCATTI, Alissa. Manual de acessibilidade em documentos digitais. Bento Gonçalves, RS: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, 2017.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. D. P. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANTOS, A. Seleção do método de pesquisa: guia para pós-graduando em design e áreas afins / Aguinaldo dos Santos. Curitiba, PR: Insight, 2018.

SÃO PAULO. Moda inclusiva: perguntas e respostas para entender o tema. Daniela Auler, Juliana Lopes (orgs.); Gabriela Sanches (il.) - São Paulo: SEDPcD, 2012.

SCHNEIDER, Jessica et al. Etiquetas têxteis em braille: uma tecnologia assistiva a serviço da interação dos deficientes visuais com a moda e o vestuário. Estudos em Design, v. 25, n. 1, p. 65-85, 2017.

SIMÕES, J. F.; BISPO, R. Design Inclusivo: acessibilidade e usabilidade em produtos, serviços e ambientes. Manual de apoio às ações de formação do projeto de Design Inclusivo. 2. ed. Lisboa: Centro Português de Design, 2006. 70p.

SOUZA, Josenilde; VIVEIROS, Fernanda Barros Domingues. OLHAR MADURO: CONSULTORIA DE IMAGEM PARA DEFICIENTES VISUAIS NA TERCEIRA IDADE. Revista Belas Artes, v. 22, n. 3, 2016.

SOUSA, R. E.; XAVIER, L. A.; ALBUQUERQUE, S. S. Moda inclusiva: reconhecendo a necessidade da criança cadeirante. ModaPalavra e-periódico. Ano 10, n.19, jan-jun 2017.

TACHIQUIN, Ricardo et al. Wearable Urban Mobility Assistive Device for Visually Impaired Pedestrians Using a Smartphone and a Tactile-Foot Interface. Sensors, v. 21, n. 16, p. 5274, 2021.

TIRLONI, M.; MACHADO, C. C. Uma Proposta para auxiliar pessoas com deficiência visual e daltonismo a identificar cores e suas possíveis combinações. Simpósio de Ciência, Inovação e Tecnologia, p. 9, 2018.

TURCATTO, Andressa Santos; SILVEIRA, Icléia. Estampa tátil: etiquetas de identificação das estampas e cores de peças de vestuário para deficientes visuais. Modapalavra e-periódico, v. 14, n. 32, p. 179-203, 2021.

TWIGG, J. Clothing, identity, embodiment and age. In Textile-Led Design for the Active Ageing Population, p. 13-24, 2015.

VARNIER, Thiago et al. Design para inclusão: proposta de produto de moda inclusiva para deficientes visuais Design for inclusion: inclusive fashion product proposal for the visually impaired. Revista Temática, n. 9, 2019.

WALLER, S. et al. Making the case for inclusive design. Applied Ergonomics, v. 46, n. PB, p. 297–303, 1 jan. 2015.

ZEBEHAZY, K. T., LAWSON, H. Blind and Low Vision. Handbook of Special Education, 2017.

ZOR, Başak Süller; VURUŞKAN, Arzu. ASSISTIVE TECHNOLOGIES FOR INDIVIDUALS WITH VISUAL IMPAIRMENT: CONTRIBUTION OF DESIGN IN THE FIELD OF CLOTHING. Mühendislik Bilimleri ve Tasarım Dergisi, v. 7, n. 4, p. 913-925, 2019.

Downloads

Publicado

2022-07-29

Como Citar

OLIVEIRA, R. D. de; OKIMOTO, M. L. L. R. Tecnologias assistivas relacionadas à moda para pessoas com deficiência visual: uma revisão sistemática. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, [S. l.], n. 35, p. 183–205, 2022. DOI: 10.26563/dobras.i35.1459. Disponível em: https://dobras.emnuvens.com.br/dobras/article/view/1459. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos