As roupas pelo avesso: cultura material e história social do vestuário

  • Maria Cristina Volpi
Palavras-chave: materioteca, cultura material, formas vestimentares.

Resumo

Este ensaio discute o estudo da indumentária em acervos de objetos, tendo como exemplo a organização do acervo de vestuário e acessórios do Centro de Referência Têxtil/Vestuário, projeto que coordeno desde 2005 que visa ao desenvolvimento de pesquisas sobre as formas vestimentares na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BALFET, H. et al. Un essai de système descriptif du vêtement. In: DELAPORTE, Y. (Dir.). Vêtement et sociétés 2. Revue L’Ethnographie, Paris: Société d´Ethnographie, Tome LXXX, n. 92-93-94,

p. 363-373, 1984.

BARTHES, R. O sistema da moda. Lisboa: Ed. 70, 1981.

BONADIO, M. C.; MATTOS, M. F. História e cultura de moda. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2011.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Lisboa: Difel, 1989.

BURGUELIN, O. Vestuário. In: Enciclopédia Einaudi, Soma/Psique – Corpo. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 1995, p. 337-362.

DUFLOS-PRIOT, M.-T. Une documentarion informatisée sur le costume traditionnel en France: le système descriptif du Musée National des Arts et Traditions Populaires. In: DELAPORTE, Y. (Dir.). Vêtement et sociétés

Revue L’Ethnographie, Paris: Société d´Ethnographie, Tome LXXX, n. 92-93-94, p. 375-381, 1984.

FEBVRE, L. Vers une autre histoire. Revue de Métaphysique et de Morale, 54e Année, n. 3-4, Les problèmes de l’histoire, Presses Universitaires de France, p. 225-247, jul./out. 1949. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/40899439>. Acesso em: 10 nov. 2013.

FERREIRA, A. B. H. Dicionário Aurélio da língua portuguesa. Curitiba: Positivo, 2010, p. 1152.

FERREZ, H. D.; BIANCHINI, M. H. S. Thesaurus para acervos museológicos. Rio de Janeiro: MinC/SPHAN/Pró-Memória, 1987. 2 v.

GUIA DE MUSEUS BRASILEIROS. São Paulo: CPC-USP/Edusp/Imesp, 2000.

MENESES, U. T. B. A cultura material no estudo das sociedades antigas. Revista de História, São Paulo: USP, n. 115, jul.-dez. 1983. Disponível em: <http://revhistoria.usp.br/index.php/br/edicoes/103-rh-115>. Acesso em: 10 nov. 2013.

PAULA, T. C. T. (Ed.) Tecidos e sua conservação no Brasil: museus e coleções. São Paulo: Museu Paulista da USP, 2006.

PROWN, J. D. Mind in matter: an introduction to material culture theory and method. Winterthur Portfolio, Chicago: The University of Chicago Press, v. 17, n. 1, p. 1-19, 1982. Disponível em:<http://www.jstor.org/stable/1180761>. Acesso em: 10 nov. 2013.

ROCHE, D. História das coisas banais: nascimento do consumo XVII-XIX. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

TAYLOR, L. The study of dress history. Manchester, Reino Unido: Manchester University Press, 2004

Publicado
2014-01-05
Como Citar
Volpi, M. C. (2014). As roupas pelo avesso: cultura material e história social do vestuário. dObra[s] – Revista Da Associação Brasileira De Estudos De Pesquisas Em Moda, 7(15), 70-78. https://doi.org/10.26563/dobras.v7i15.75
Seção
Artigos