O discurso da moda nas redes sociais

Autores

  • Bianca Terracciano

DOI:

https://doi.org/10.26563/dobras.v6i14.80

Palavras-chave:

discurso da moda, redes sociais, semiótica.

Resumo

O sistema da moda contemporâneo sofreu mudanças radicais devido ao e-commerce e as redes sociais, que, por sua vez, influenciaram o estilo de enunciação da imprensa de moda. Os traços e os motivos do sistema da moda são colocados em textos visuais que tornaram a representação do “estar na moda” visível e acessível a todos, vinculando a significação do corpo da moda e a sua produção de efeitos de sentido ao compartilhamento exponencial abundante por meio das redes sociais que asseguram a eficácia dos conteúdos e a perpetuação de um novo tipo de discurso da moda. Neste artigo, propõe-se um estudo das redes sociais de referência no discurso da moda, como Facebook, Google+, Instagram, Pinterest, Twitter, YouTube, também usados pelas revistas de moda, blogueiros e marcas do setor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DUSI, N.; SPAZIANTE, L. Remix-Remake: pratiche di replicabilità. Roma: Meltemi, 2006.

ECO, U. Vertigine della lista. Milão: Bompiani, 2009.

FONTANILLE, J. Pratiques sémiotiques. Paris: PUF, 2008; trad. it. Pratiche semiotiche. Pisa: ETS, 2010.

GREIMAS, A. J. De la nostalgie: etude de sémantique lexicale. In: Actes Sémiotiques Bulletin, n. 39, 1986; trad. it. Della nostalgia. In: PEZZINI, I. (Org.). Semiotica delle passioni. Bolonha: Esculapio, 1991, p. 19-25.

______; COURTÉS, J. Sémiotique: dictionnaire raisonné de la théorie du langage. Paris: Hachette, 1979; trad. it. Semiótica: dizionario ragionato della teoria del linguaggio. Milão: Bruno Mondadori, 2007.

JAKOBSON, R., BOGATYRËV, P. Die folklore als eine besondere form des schaffens. In: Donum Natalicium Schrijnen. Nijmegen Utrecht: Dekker e van de Vegt, 1929; trad. it. Il folklore come forma particolare di creazione. In: DEL NINNO, M. (Org.). Etnosemiotica: questioni di metodo.

Roma: Meltemi, 2006, p. 59-68.

LANDOWSKI, E. Les interactions risquées. In: Nouveaux actes sémiotiques, n. 101-103, 2005; trad. it. Rischiare nelle interazioni. Milão: Franco Angeli, 2010. PEVERINI, P. Il videoclip: strategie e figure di una forma breve. Roma: Meltemi, 2004.

PEZZINI, I. Il testo galeotto: la lettura come pratica efficace. Roma: Meltemi, 2007.

POZZATO, M. P. Foto di matrimonio e altri saggi. Milão: Bompiani, 2012.

ZINNA, A. Le interfacce degli oggetti di scrittura: teoria del linguaggio e ipertesti. Roma: Meltemi, 2004.

Downloads

Publicado

2013-01-05

Como Citar

TERRACCIANO, B. O discurso da moda nas redes sociais. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, [S. l.], v. 6, n. 14, p. 117–128, 2013. DOI: 10.26563/dobras.v6i14.80. Disponível em: https://dobras.emnuvens.com.br/dobras/article/view/80. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos