A revista de moda vai para a rede: uma análise das reportagens no Instagram das revistas Elle e Estilo na São Paulo Fashion Week

  • Débora Elman
Palavras-chave: moda, jornalismo, revista, Instagram.

Resumo

A partir de algumas considerações sobre a mudança na configuração da produção da notícia no jornalismo das revistas de moda, principalmente com o aumento da participação cotidiana da sociedade nas redes sociais, revelam-se alguns aspectos diferenciados ligados ao modo de relacionamento das revistas Elle e Estilo com seu leitor. O artigo apresenta uma análise comparativa da cobertura das duas revistas de moda da Semana de Moda de São Paulo, realizada em abril de 2015, no aplicativo Instagram. O estudo de conteúdo das postagens das duas revistas durante o evento evidencia as marcas distintivas do público imaginado pelas publicações, referendando ou contradizendo o discurso anunciado pela editora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAGÃO, Rodrigo. Usos jornalísticos do Instagram: aproximações a partir do JC. Intercom, 2013. Disponível em: <http://www.portcom.intercom.org.br>. Acesso em: 15 jan. 2014.

BELTRAN, Patrícia Soley. Supermodelos como emblema cultural. In: Historia, antropología y fuentesorales,1999. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/27753008>. Acesso em: 7 maio 2015.

BOLTER, J. e GRUSIN, R. Remediation: understanding new media. Cambridge: MIT Press, 2000.

BUITONI, D. Fotografia e jornalismo: da prata ao pixel − discussões sobre o real. Revista Líbero. Ano X, n. 20, 2007.

BURKE, Peter. Testemunha ocular: história e imagem. Edusc, 2004.

CAMPANY, David. Photography: the whole story. Londres: Thames & Hudson, 2012.

CANAVILHAS, João; SANTANA, Douglas. Jornalismo para plataformas móveis de 2008 a 2011: da autonomia à emancipação. Líbero, v. 14, n. 28, p. 53-66, 2011.

CANAVILHAS, João. Da remediação à convergência: um olhar sobre os media portugueses. Anais da SBPJOR, 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2014.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

COSTA, Helouise. A fotografia moderna no Brasil. São Paulo: Cosac & Naify, 2004.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. São Paulo: Contexto, 2006.

DERRICK, Robin e MUIR, Robin. Unseen in Vogue: the secret history of Fashion Fotography. Londres: Little Brown, 2004.DOURISH, P. Social Computing. In: Where the Action Is: the foundations of embodied. Cambridge: MIT Press, 2001.

DOURADO, Tatiana. Revistas em formatos digitais. Dissertação (Mestrado). Salvador, 2010. Universidade Federal da Bahia.

ELMAN, Débora. Cultura e consumo como vetores da segmentação na revista de moda. In: COLÓQUIO DE MODA, 10, 2014, Caxias do Sul. Anais. Disponível em: <http://www.coloquiomoda.com.br>. Acesso em: 20 jan. 2015.

FRANÇA, Vera et al (Org.). Celebridades do século XXI: transformações no estatuto da fama. Porto Alegre: Sulina, 2014.

GUMBRECHT, H. U. Perception versus experience. In: LENOIR, T. (Org.) Inscribing Science, Scientific Texts and The Materiality of Communication. Stanford: Stanford University Press, 1998.

HINERASKI, Daniela. Jornalismo de moda no Brasil: da especialização à moda dos blogs. In: COLÓQUIO DE MODA, 6o, 2010, São Paulo. Anais. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2014.

HOLCOMB, Jesse, GROSS, Kim, MITCHELL, Amy. How mainstream media outlets use twitter. Project for excellence in journalism, 2011. Disponível em: . Acesso em: 3 jan. 2014.

LEITE, Miriam Moreira. Retratos de família: leitura da fotografia histórica. São Paulo: Editora da USP, 1993.

LEMOS, André. Comunicação e práticas sociais no espaço urbano: as características dos dispositivos híbridos móveis de conexão multiredes. São Paulo: Revista Comunicação, Mídia e Consumo, vol. 4, 2007. Disponível em: <http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc>. Acesso em: 15 jan. 2014.

LEMOS, André. Dispositivos de leitura eletrônicos. São Paulo: Revista Comunicação, Mídia e Consumo, vol. 9, 2012. Disponível em: <http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc>. Acesso em: 15 jan. 2014.

MARRA, Claudio. Nas sombras de um sonho: história e linguagens da fotografia de moda. São Paulo: Senac, 2008.

PIRES, Gabrielli. Fotografia através de dispositivos móveis: estudo de caso sobre o Instagram. Porto Alegre:

PUCRS, Revista da Graduação, vol. 1, 2013. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/13776>. Acesso em: 18 jan. 2014.

SCALZO, Marília. Jornalismo de revista. São Paulo: Contexto, 2003.

SCHMITZ, Daniela. Para pensar a publicidade e o jornalismo nos editoriais de moda das revistas femininas. In: COLÓQUIO DE MODA, 6o, 2010, São Paulo. Anais. Disponível em: <http://www.coloquiomoda.com.br/anais/anais/6-Coloquio-de-Moda_2010>. Acesso em: 18 jan. 2014.

SILL, Barbel. Stardom and fashion: on the representation of female movie stars and their fashionable image in magazines and advertising campaigns. In: SHINKLE, Eugenie. Fashion as photograph. Londres: Tauris, 2012.

STORCH, Laura; ELMAN, Débora. Segmentação editorial nas revistas de moda: a construção do leitor imaginado do jornalismo na publicidade de Estilo e Elle. In: Revista Líbero, v. 18, n. 35, pp. 145-154, jan./jun. de 2015.

Publicado
2016-06-09
Como Citar
Elman, D. (2016). A revista de moda vai para a rede: uma análise das reportagens no Instagram das revistas Elle e Estilo na São Paulo Fashion Week. dObra[s] – Revista Da Associação Brasileira De Estudos De Pesquisas Em Moda, 9(19), 137-145. https://doi.org/10.26563/dobras.v9i19.457
Seção
Artigos