Partidários/as de esquerda, militância e consumo de vestuário

  • Jaqueline Ferreira Holanda de Melo
  • Marcelo Machado Martins
Palavras-chave: Partido político, Movimento social, Roupa

Resumo

Este trabalho é oriundo de pesquisa de mestrado concluída (UFRPE, 2016) sobre as falas acerca de práticas de consumo de 12 pessoas filiadas a partidos políticos compreendidos como de esquerda: Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). As respostas foram obtidas por meio de entrevistas dirigidas em profundidade e o consumo de produtos de vestuário é o recorte aqui apresentado. Pensar no que veste o corpo, sua procedência, seus impactos e suas reverberações é uma via de expressão política refletida (DOUGLAS; ISHERWOOD, [1979] 2013). São práticas cotidianas, construções identitárias (DUBAR, 1997; 2009) e crenças comunicadas a partir do vestir, em um espaço e um tempo determinados (CAMPBELL, 2002), que podem ser sistematizadas e compreendidas a partir de olhar semiótico (GREIMAS; COURTÉS, 1979). Assim, a roupa não foi um item discutido apenas em si mesmo, mas o tema suscitou associações com narrações sobre os estilos de vida, as formas de aquisição, as ponderações sobre modos de produção, além das mais comuns referentes à marca e ao preço. Embora a filiação aos partidos proporcione, em alguma medida, reflexões sobre produção e sistema econômico, as falas revelaram que as práticas dos/as filiados/as são pautadas por suas trajetórias de vida e suas aproximações a movimentos sociais que dialogam com os partidos, mas não necessariamente são orientadas por eles. O ser de esquerda não foi o determinante principal, mas as linhas e entrelinhas do discurso vestido e narrado durante as entrevistas, nas quais se destacaram questões sobre o consumo de bens e produtos.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaqueline Ferreira Holanda de Melo

Mestre em Consumo, Cotidiano e Desenvolvimento Social pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Docente no Departamento de Ciências do Consumo da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Marcelo Machado Martins

Doutor em Semiótica em Linguística Geral pela USP: FFLCH (ENSL: lsh). Docente no Núcleo de Design e Comunicação e no Programa de Pós-Graduação em Consumo, Cotidiano e Desenvolvimento Social da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Referências

BOBBIO, Norberto. Direita e esquerda: razões e significados de uma razão política. Trad. Marco Aurélio Nogueira. 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1995.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. Porto Alegre: Zouk, [1979] 2013.

BRENNER, Ana Karina. Militância de jovens em partidos políticos: um estudo de caso com universitários. 2011. 309 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

CAMPBELL, Colin. A ética romântica e o espírito do consumismo moderno. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

CANCLINI, Nestor García. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 1995.

CAVALCANTE, Sávio. Classe média e conservadorismo liberal. In: CRUZ, Sebastião Velasco e; KAYSEL, André; CODAS, Gustavo (orgs.). Direita, volver! O retorno da direita e o ciclo político brasileiro. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2015. p. 177-196.

CONSTANTINO, Rodrigo. Esquerda caviar: a hipocrisia dos artistas e intelectuais progressistas no Brasil e no mundo. Rio de Janeiro: São Paulo: Editora Record, 2013.

CRUZ, Sebastião Velasco. Elementos de reflexão sobre o tema da direita (e esquerda) a partir do Brasil no momento atual. In: CRUZ, Sebastião Velasco e; KAYSEL, André; CODAS, Gustavo (orgs.). Direita, volver! O retorno da direita e o ciclo político brasileiro. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2015. p. 13-48.

DOUGLAS, Mary; ISHERWOOD, Baron. O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro: UFRJ, [1979] 2013.

DOUGLAS, Mary. O mundo dos bens, vinte anos depois. Horizontes Antropológicos. Porto Alegre, ano 13, n. 28, jul./dez. [1999] 2007, p. 17-32.

DUBAR, Claude. A crise das identidades: a interpretação de uma mutação. Trad. Mary Amazonas Leite de Barros. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009, 108 p.

DUBAR, Claude. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. Portugal: Porto Editora, 1997, 190 p.

DUVERGER, Maurice. Os partidos políticos. Rio de Janeiro: Zahar Editores, [1951] 1970.

EMERENCIANO, Juliana. A comunicação através das roupas: uma compreensão do design de moda além da superficialidade. Revista Design em Foco, v. 2, n. 1, jan./jun. 2005, p. 9-25.

FIORIN, José Luiz. Fundamentos teóricos para ensino da leitura. In: XIII SEMANA DE LETRAS. Santa Maria: Local onde a semana foi realizada, 1990.

GREIMAS, Algirdas Julien; COURTÉS, Joseph. Dicionário de semiótica. São Paulo: Editora Cultrix, 1979.

KAYSEL, André. Regressando ao regresso: elementos para uma genealogia das direitas brasileiras. In: CRUZ, Sebastião Velasco e; KAYSEL, André; CODAS, Gustavo (orgs.). Direita, volver! O retorno da direita e o ciclo político brasileiro. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2015. p. 49-74.

MARQUES, Rosa Maria; MENDES, Áquilas. O social no governo Lula: a construção de um novo populismo em tempos de aplicação de uma agenda neoliberal. Revista de Economia Política, v. 26, n. 1 (101), jan./mar. 2006, p. 58-74.

MILLER, Daniel. Teoria das compras: o que orienta as escolhas dos consumidores. São Paulo: Nobel, 2004b.

RICHARDSON, Roberto Jarry; PERES, José Augusto de Souza et al. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas,1999.

ROCHA, Sônia. O programa Bolsa Família: evolução e efeitos sobre a pobreza. Economia e Sociedade, Campinas, v. 20, n. 1 (41), abr. 2011, p. 113-139.

TASCHNER, Gisela. Cultura do consumo, cidadania e movimentos sociais. São Leopoldo, Ciências Sociais Unisinos, v. 46, n. 1, jan./abr. 2010, p. 47-52.

TEIXEIRA, Juliana Cristina; NASCIMENTO, Marco César Ribeiro; BARROS, Amon. Os rolezinhos em shoppings centers: reflexões sobre o que agregam e em que desafiam os estudos de segregação social e urbana. In: VIII ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS DA ANPAD. Gramado: Local onde o encontro foi realizado, 2014.

Publicado
2021-04-15
Como Citar
MELO, J. F. H. DE; MARTINS, M. M. Partidários/as de esquerda, militância e consumo de vestuário. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, n. 31, p. 287-302, 15 abr. 2021.
Seção
IV. Modos e Modas. Gostos e estilos compartilhados