Inter-relações: aparência e sedução nos corpos da urbe e dos habitantes: inter-relações rua, arquitetura e moda

Autores

  • Ana Cláudia de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.26563/dobras.v5i12.113

Resumo

Por ocasião da Exposição Universal de 1855, a avenida dos Champs-Élysées se tornou um lugar da moda, ladeada de edifícios e imóveis particulares que a burguesia escolheu para morar. Luxuosas lojas com amplas vitrinas ocupavam os dois lados da avenida, e uma linha de ônibus, a linha C, fazia o translado da população do Louvre à Ponte de Neuilly. A passarela a céu aberto estava edificada para que os parisienses se fizessem vistos em uma ostentação de si mesmos que cultuava a aparência (...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-01-18

Como Citar

OLIVEIRA, A. C. de. Inter-relações: aparência e sedução nos corpos da urbe e dos habitantes: inter-relações rua, arquitetura e moda. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, [S. l.], v. 5, n. 12, p. 44–47, 2012. DOI: 10.26563/dobras.v5i12.113. Disponível em: https://dobras.emnuvens.com.br/dobras/article/view/113. Acesso em: 29 jan. 2022.

Edição

Seção

Colunas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>