Inter-relações: Yves Saint Laurent, transcriador da neoplástica moderna

Autores

  • Ana Claudia de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.26563/dobras.v2i4.331

Resumo

O corpo é o princípio e o fim de toda significação de um sujeito e cada cultura serve-se dos corpos na construção de si mesma, o que é decisivo para a identificação de sua singularidade em relação às demais culturas. Os vários tipos de interação do sujeito com o seu corpo e destes com o mundo conduziram nossa pesquisa aos modos de presença que a roupa produz no seu vestir o corpo, uma determinante da construção do ser que nos permitiu erigir uma tipologia das relações sincréticas entre corpo e vestimenta (...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

OLIVEIRA, A.C. de (2007), “Nas interações corpo e moda, os simulacros”. Cadernos de Textos do Centro de Pesquisas Sociossemióticas. São Paulo, CPS Editora e (2007a), “Corpo e roupa nas transmutações da aparência”, CD-ROM do XVI Encontro da COMPOS, Curitiba.

Cf. OLIVEIRA, A.C. Neolítico - arte moderna. São Paulo, Perspectiva, 1987, pp. 99-106.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

OLIVEIRA, A. C. de. Inter-relações: Yves Saint Laurent, transcriador da neoplástica moderna. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, [S. l.], v. 2, n. 4, p. 46–50, 2008. DOI: 10.26563/dobras.v2i4.331. Disponível em: https://dobras.emnuvens.com.br/dobras/article/view/331. Acesso em: 29 jan. 2022.

Edição

Seção

Colunas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>